Header Ads

Final do Paranaense e do Circuito Vale do Iguaçu de MTB reuniciu mais de 350 ciclistas em Verê

O domingo de sol forte brindou aos mais de 350 ciclistas que vieram de 60 diferentes cidades, de todo Estado, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e São Paulo, atraídos pela disputa dos títulos paranaenses, do Ranking Geral do Circuito Vale do Iguaçu de MTB e pela grande estrutura Turística do Município de Verê, no Sudoeste do Paraná.



Como alguns celulares adiantaram os relógios, baseados no calendário do horário de verão, quando era cinco horas da manhã, a movimentação já estava intensa de ciclistas, equipe técnica, organização e da Federação Paranaense.

Para a organização essa história começa um pouco antes. Ainda antes da primeira etapa: Intenso! Isso resume o trabalho da ACICLODV (Associação de Ciclismo de Dois Vizinhos) responsável pela organização.  Segundo eles, cada detalhe foi pensado e planejado para que os atletas tivessem sempre um ‘gostinho de quero mais’, e assim foi em Mangueirinha, cidade sede da primeira etapa. Sempre surpreendendo, a cidade, recebeu muito bem a organização, e na pista os atletas deram show! Calor escaldante, descidas com muitas pedras soltas e uma ‘subida sem fim’, assim foi dado o início de um dos campeonatos de ciclismo de mais alto nível do sul do País.

O Circuito Vale do Iguaçu passou por Dois Vizinhos, Cruzeiro do Iguaçu, São Jorge d’Oeste até chegar em Verê, com números que impressiona: 550 atletas envolvidos, 465km percorridos, 12.500 metros de altimetria acumulada.

PREPARATIVOS
Quando parte da organização, na sexta feira, chegou ao local da Final, a ansiedade de deixar tudo pronto e dar a largada da corrida era um sentimento de todos. Colocando os planos de ação em prática, sábado pela manhã toda a equipe de marcação foi para a pista sinalizar os trajetos SPORT 39KM e PRO 54KM, com supervisão da Federação Paranaense de Ciclismo. A tarde a pista foi aberta para reconhecimento dos ciclistas.

Cerca de 70 atletas de Londrina, Toledo, Cascavel, Palmas, Dois Vizinhos, Marechal Candido Rondon, Nova Aurora, ficaram hospedados no Centro de Eventos Luterano ao lado do Termas. Estes aproveitaram a tarde de sábado para preparar e ajustar os equipamentos para que tudo ocorresse bem no dia seguinte. Alguns contratempos existem e é nestes momentos que são escritas grandes histórias: uma delas é de um atleta que trouxe um equipamento errado e em uma corrente do bem, surge o necessário. Em outra, uma bicicleta estragada e um ciclista abre mão de correr para que outro conseguisse conquistar o primeiro lugar.

A ETAPA
Após o café da manhã e o alongamento, divididos por categorias, os ciclistas foram alinhando para a largada. Na disputa, o pódio da etapa e o título de campeão da temporada, tanto do Paranaense quanto do Circuito Vale do Iguaçu. Dada a largada, ciclistas e bicicletas levantaram poeira no interior de Verê para percorrer os 38KM da Categoria SPORT e 54KM da PRO.



Para a Organização, quando começaram as chegar os primeiros colocados, a sensação era de dever cumprido: nenhum acidente grave, demarcação correta e a celebração digna de uma grande final. Ainda, para os organizadores que também são sócios da ACICLODV, emoção maior ainda começou a aflorar, foi quando os atletas associados começaram a cruzar a linha de chegada entre risos, lágrimas e gritos de dor, a sensação foi arrepiante. “Com toda certeza este é um dos melhores eventos de ciclismo do Estado e do Sul do Brasil”, afirmou Diego Gabrislosviski, ciclista elite de União da Vitória e campeão do Ranking do Circuito Vale do Iguaçu temporada 2018.

DESTAQUES LOCAIS
Para a organização uma das grandes conquistas é o número de atletas locais que cresce a cada corrida, tanto de Dois Vizinhos, cidade sede da entidade organizadora, como das cidades por onde as etapas passaram. Entre os destaques deste domingo está a conquista feminina do título de campeã e vice do Paranaense pelas ciclistas duovizinhenses, Tarsilla Rossetti Meggiolaro e Suelen Spode. 

Tarsilla Rossetti Meggiolaro

“Não há palavras para descrever este momento. Mesmo com muita dor eu dizia pra mim mesma, não desista menina, vamos, força. Deu certo, valeu a pena”, revelou emocionado Tarsilla Rossetti Meggiolaro, atleta de Dois Vizinhos, Campeã Paranaense da Sport Feminino e Campeã do Ranking do Circuito Vale do Iguaçu de MTB.

Outro título local foi na categoria Máster A1, em que Rafael Tartari (Buguelo) ficou o campeão paranaense. Ainda, outro atleta de Dois Viznhos, Diogo José Fiametti, ficou em 5º lugar no Paranaense Categoria Sub 30.

Rafael Tartari e Tarsilla Rossetti Meggiolaro.
“Quando começamos a organizar esse evento no ano passado, alguns não acreditavam que poderíamos sequer, reunir 100 ciclistas. Hoje, é uma consagração receber 355 ciclistas nesta grande final no segundo ano do evento. A emoção é grande e o sentimento é de dever cumprido”, afirmou Roberto Carlos de Souza, Presidente da ACICLODV.

FINAL ELETRIZANTE
Na categoria PRO Feminina a decisão de título ficou pra última etapa. As atletas Sheila Mendonça, de Maringá, e Willaine Costa, de Toledo, brigavam pelo lugar mais alto no pódio. Melhor para atleta Willaine Costa, que conseguiu vencer a oponente durante a prova, somou a mesma pontuação e no critério de desempate, ficou com o título de campeã paranaense.
Willaine Cotsa

Os resultados oficiais estão em chiptiming e as fotos dos pódios estão em facebook do Vale do Iguaçu A Temporada 2019 logo terá o seu calendário e regulamento divulgados. “Para o próximo ano estamos já nos organizando para fazer uma temporada ainda melhor do que esta. Os ciclistas podem esperar etapas ainda mais desafiadoras e uma organização ainda melhor. Porque trabalhamos sempre pensando nos atletas”, afirmou Rafael Willian Pacci, membro da ACICLODV.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.